PARTILHAR

Evento promete regressar em 2020, com dois dias
Barcelos recebeu primeiro Galo’s Extreme com 150 pilotos

O primeiro Galo’s Extreme, evento de hard enduro que decorreu, no sábado, pelos trilhos do Monte de São Gonçalo, em Barcelos, proporcionou a 150 aficionados da modalidade muita emoção, aventura e adrenalina.

O dia esteve solarengo, quente, propício ao prazer de andar de moto na dureza do monte, numa prova onde apenas uma lista de excelência de 28 "bravos" conseguiu cortar a meta.

O arranque foi dos momentos mais sensacionais do dia, memorável para quem teve o privilégio de assistir ao vivo, pelas 11h00 em ponto, no campo de futebol do Grupo Desportivo dos Feitos. Com as motos estacionadas a meio do pelado, os praticantes alinharam-se junto à lateral até ao sinal de saída. Muita cor, expetativa e entusiasmo geral...3,2,1...partida!

Correram em simultâneo até às suas máquinas, uns mais velozes do que outros, naturalmente, e já no início do percurso o desafio começou a “filtrar” os mais experientes dos menos habituados a estas andanças tão exigentes.

O percurso foi desenhado ao longo de 42 quilómetros, por sete freguesias do concelho, com muitos e diversificados obstáculos para ultrapassar, tanto naturais como outros colocados para dificultar a tarefa. Pelo caminho, foram providenciados 18 postos de controlo, de salientar que apenas um restrito grupo de 28 pilotos conseguiu cumprir o difícil traçado até ao fim, também no campo de jogos dos Feitos, o que comprova a dureza e a dificuldade impostas aos aventureiros.

O evento teve 150 inscritos, entre portugueses e espanhóis. O público, esse, também compareceu em força, quer na partida e na chegada, quer nas seis zonas de espetáculo que foram previamente preparadas para o efeito.

Galo’s Extreme regressa em 2020
A ideia de promover o Galo’s Extreme surgiu há apenas cinco meses atrás, por iniciativa dos pilotos da equipa de Hard Enduro da Associação Clube Moto Galos de Barcelos: Bruno Sendim Coelho, André Gomes e Ricardo Cerqueira.

Os jovens atletas representam o emblema barcelense desde há dois anos em provas da modalidade, em Portugal e Espanha, e o objetivo da realização de uma prova em Barcelos “pretende sobretudo dar a conhecer as potencialidades que o concelho de Barcelos tem para a prática do hard enduro”, uma modalidade não federada, com expressão recente em Portugal, mas com cada vez mais praticantes. Para o futuro, a ambição é tornar o evento uma referência europeia.

Em jeito de balanço, Bruno Sendim Coelho, em representação do trio Galos’s Extreme, realçou “a grande capacidade organizativa de um numeroso e dedicado staff”, que conseguiu alcançar “um feito que deve orgulhar Barcelos”, ao conseguir logo na estreia “reunir os melhores pilotos da especialidade do nosso país e alguns da vizinha Espanha”.

A iniciativa tem repetição garantida em 2020 e promete um formato em grande, ou seja, uma duração alargada para dois dias, com prólogo urbano, na cidade de Barcelos, e a competição nos trilhos florestais, nos mesmos moldes da presente edição.

Moto Galos no pódio de Barcelos
A nível de classificação, no pódio da classe geral, o português Diogo Vieira foi o mais rápido a cortar a meta, no segundo lugar ficou o espanhol Alex Hidalgo e em terceiro Ricardo Damil. Já no pódio barcelense, foi António Fontainhas quem subiu ao lugar mais alto, destaque depois para a dupla Tiago Kinex e Tiago Vale, pilotos da Moto Galos, 2º e 3º classificados, respetivamente.

Autor: Motogalos
Fonte: interna
Quarta-feira, 24 de Abril de 2019 - 13:30:53

Notícias relacionadas
Comentar Imprimir  |   Voltar...

Central de Camionagem de Barcelos
Avenida das Pontes, apartado 5046,
4750-206 Arcozelo Barcelos