motogalos@motogalos.pt

Troféu Nacional de Flat Track estreou em Barcelos

Arrancou em Barcelos, numa pista desenhada junto ao Estádio Cidade de Barcelos, a 4 de setembro, o 1º Troféu Nacional de Flat Track, a nova disciplina "abraçada" pela Federação de Motociclismo de Portugal que promete espetacularidade e atração popular.

No ano de estreia, a competição engloba quatro provas, de norte a sul do país. A próxima etapa disputa-se na Póvoa de Varzim, no dia 5 de outubro, depois segue-se Messines, a 23 de outubro. A última ronda será em local e data ainda a anunciar.


O Flat Track é uma peculiar modalidade do motociclismo com forte tradição americana, que teve início no século passado, tendo adquirido recente e repentinamente interesse e vigor no mundo inteiro. Decorre em pistas ovais de terra batida, sempre em sentido anti-horário, o que proporciona uma acérrima competitividade, com as motos a fazerem as curvas de lado, em fila indiana, sem travão da frente.


O evento marcou também o regresso da Moto Galos à organização desportiva dentro de portas, depois de algum tempo de paragem forçada devido às restrições impostas pela pandemia. A prova chegou a estar agendada para o dia 31 de julho, no entanto o parecer desfavorável da autoridade de saúde local obrigou ao adiamento. 


Para o presidente Pedro Sousa “foi o reviver de grandes momentos de motociclismo todo-o-terreno”, recordando a pista de motocross que existiu no local há alguns anos atrás. A pista “foi improvisada, de acordo com os regulamentos". 


A prova foi disputada por 33 pilotos, oriundos de várias disciplinas, como flat track, velocidade, supermoto, motocross ou todo-o-terreno. Em pista, em representação dos ´galos´, estiveram Ricardo Silva, Kevin Matias, Nelson Cruz e Pedro Guimarães.


Chegaram às finais seis pilotos, numa acérrima luta que durou oito voltas. Muita competitividade patente num top 5 geral com pouca diferença pontual, constituído por: Fábio Felícia, Cristiano Fernandes, Sebastian Gil, Maurício Santos e Ricardo Silva, respetivamente.


Na categoria Dirt Bike Pro, o vencedor foi Cristiano Fernandes (Yamaha), seguido do piloto da casa Ricardo Silva (Honda), em 3º Sebastian Gil (Tm Racing). Estreante na modalidade, mas habituado aos exigentes circuitos de velocidade, Nelson Cruz (KTM) ficou em 8º lugar, 15º na geral.


Em Tracker Pro, o algarvio Fábio Felícia dominou aos comandos de uma belíssima Royal Enfield. Ricardo Pontes (Honda) foi 2º e Ricardo Guerra obteve a 3ª posição.


Já na concorrida classe de Tracker Starter, o pódio compôs-se com Maurício Santos (Honda), Carlos Sampaio (Yamaha) e o barcelense Kevin Matias, que chegou a vencer a primeira eliminatória, mas uma queda no início da final obrigou-o a correr atrás do prejuízo. É 8º na geral.


O Troféu Mini Flat Track (Pit Bike Mini MX) contemplou quatro voltas nas eliminatórias e seis na final. Francisco Fernandes (Yamaha), o praticante mais novo de todo o pelotão, venceu a categoria e revelou-se o destaque do dia, sem surpresa e a fazer jus ao ditado “filho de peixe saber nadar”, puxando dos genes do pai, Cristiano Fernandes. O poveiro Carlos Sampaio (YCF) foi 2º e Rodrigo Falcão (Kawasaki) ficou em 3º.


Por fim, entre os Hobby, Adrian Otero (Honda) ganhou a final, levando a melhor sobre o barcelense Pedro Guimarães (KTM), vencedor da manga da primeira eliminatória. Em 3º ficou Pedro Monteiro (Yamaha).


Foto: António Araújo

Mais fotos aqui

Publicado em 2021-09-23

Notícias relacionadas

Aguçadoura recebeu 2ª ronda do Troféu Flat Track

Depois da estreia em Barcelos, no início de setembro, o 1º Troféu Nacional de Flat Track prosseguiu a 5 de outubro, no novo AG81 Flat Track Park, na Aguçadoura, Póvoa de Varzim.

desenvolvido por aznegocios.pt